Top 5 do Cinema

15 jan

Hey, primeiro post do Slug \õ (ah vá Anne, sério mesmo?)

Enfim, eu tinha uma porção de projetos para postar e tals’ e no fim das contas resolvi que não usaria nenhum deles – vai entender néah? – no fim das contas, eu resolvi dar uma revisada nuns filmes que eu assisti no decorrer da minha infância até dias atuais. Aí então me surgiu a ideia de fazendo um post justamente sobre os filmes que eu mais gosto, (ai já até serve como uma sugestão do que alugar pra assistir no escurinho da sua sala com seus amigos, familiares, namorado/lala).

Só que aconteceu um problema, eu gosto de uma porrada de filmes, então eu me obriguei a selecionar apenas 5. Sim, quem sabe se der certo eu não continuo a lista :B… Resolvi por fim fazer um Top 5 dos cinco filmes favoritos;

Começando COOOOOOOOOM:

 5 .V de Vingança (V for Vendetta)

Esse filme na verdade antes de ser filme era um HQ lançado em 1982, depois de algum tempo foi retomada em 1988 já colorida 😀
O filme conta sobre uma história de um governo rígido e fascista, (muito semelhante ao Totalitarismo na Segunda Guerra Mundial).

Na noite de 19 de Novembro, uma moça chamada Eve, saí após o toque de recolher à noite para uma peça teatral e é surpreendida por dois homens num beco escuro, os dois homens com a intenção de violentá-la são interrompidos por um misterioso de máscara, O “V”. Ele comete uma ação terrorista contra um dos monumentos na madrugada de 20 de Novembro, assustando quem tivesse perto. A mídia que é controlada pelo governo encobre o real acontecimento enquanto a “polícia” corre atrás de saber quem é o mascarado.

Esse filme não defende nenhuma ideologia, pelo contrário, até acho que ele deixa bastante incógnito esse lado, mas ele nos faz refletir profundamente sobre algumas observações sociológicas, até mesmo intimas nossas, nossos medos, inseguranças, nossas crenças.

4. Coraline e o Mundo Secreto (Coraline)

O que eu mais gosto nesse filme é que ele não foi feito no computador, SIM é dificil de acreditar, mas todo o cenário é uma maquete e os personagens são bonequinhos, e tudo é muito perfeito. Eles tiram fotos, movimentando os bonecos, cada detalhe, fio de cabelo, e dedinho do pé *-*

Coraline Jones é uma garota que acabou de se mudar para longe de seus amigos, seus pais trabalham muito, e não têm tempo pra lhe dar atenção, então muito hiperativa ela conhece Wybie, neto da dona do Palácio Cor-de-Rosa, que é onde ela mora. Ele encontra uma boneca muito idêntica a ela e lhe entrega, a boneca então some, sem mais nem menos.Na nova sala-de-estar, ela nota que há uma pequena porta na parede, e a noite ela passa por esta mini-porta, onde ela encontra um mundo paralelo, com pais legais e atenciosos, vizinhos legais, e até um Wybie, o estranho é que todos possuem olhos de botão… aí então esse mundo tão legal, começa a não ser… hum, digamos TÃO legal assim.

Eu gosto desse filme por infinitos motivos, mas principalmente por me deparar com assuntos fantasiosos que vêm a calhar. Coraline apesar de teimosa e impulsiva, é uma menina valente e fiel. Demonstra tanto no filme como certas coisas nem podem ser tão perfeitas assim (hm’)

3. Cisne Negro (Black Swan)

Com uma das minhas atrizes favoritas, Natalie Portman, (não sei se repararam mas é a mesma atriz que faz a Eve no V de Vingança lá encima ^).

Uma bailarina dedicada inteiramente ao ballet, é escolhida para ser o Cisne Branco num espetáculo da companhia, o contraste é que ela terá de ser o Cisne Negro também, porém sua dança e sua personalidade envolvem muito mais o Cisne Branco (delicado, doce e ingênuo) do que o Cisne Negro (malicioso, envolvente, personalidade forte). Vista que têm uma grande concorrente ao papel, ela entra numa espécie de conflito com seus próprios cisnes e começa a ter delírios, quer dizer… será que são mesmo delírios?

Esse filme foi muito bem bolado, ao final dele eu ainda estava nesse transe de não saber ao certo ‘o que foi que aconteceu?’. Ele tem uma trama perfeita, e lhe faz entrar nesse delírio da personagem, ao fim de tudo, você tem a sensação de que era tudo muito convincente.

2. Edward Mãos de Tesoura (Edward Scissorhands)

Meu ator favorito, Johnny Depp. \õ

Seu primeiro trabalho com Tim Burton se não me engano, e na minha opinião, o melhor trabalho.

Edward é filho de um inventor, e que ao invés de mãos possui tesouras. – tic – tic -. Como presente de Natal seu pai/inventor iria presenteá-lo com um par de mãos, porém ele veio a falecer T_T. Sozinho numa mansão, uma vendedora de cosméticos bate a sua porta e caridosa, o convida para se juntar a toda cidade e morar com ela. Inicialmente Edward é estranhado por todos, mas não é algo que o atinge tanto pelo fato de ser ingênuo como uma criança. Então ele se apaixona por Kim, uma garota comum que o cativa, aos poucos ela vai reconhecendo que Edward apesar de ‘estranho’ é uma boa pessoa, e juntamente com os demais vizinhos começa a ser visto com bons olhos graças ao seu talento com as tesouras. Quero dizer, nem todos o vêm assim ‘—-‘

Eu assisti esse filme quando muito pequena, eu devia ter uns 7 anos eu acho, viash nem me lembro, só sei que eu adorei esse filme desde a primeira vez que o vi. Ele é completamente sem nexo na verdade, mas dá vontade verdadeiramente de acreditar. É apaixonante, Edward possui todos os mínimos aspectos de uma criança, é o que mais me cativa nele além do visual ala Tim Burton.

1. O Fabuloso Destino de Amelie Poulain (Le Fabulex Destin d’Amelie Poulain)

O meu filme favorito de todos *—————*’

Amelie foi um criança da qual tinha uma mãe um tanto stressada demais, e um pai pouco afetivo, seu pai era médico e mensalmente fazia check-ups na filha, como o contato físico era muito raro seu coração disparava, então seu pai concluiu que a filha tinha uma anomalia cardíaca e decidiram educá-la em casa já que sua mãe era professora. Amelie desde então sempre viveu muito sozinha, reservada, com seus prazeres e suas fantasias. Cresce então, acha uma caixa onde o antigo habitante da sua casa tinha deixado suas lembranças, ao devolver sente uma enorme vontade de ajudar as pessoas indiretamente. Numa dessas, ela conhece Nino, um colecionador de fotos descartada pelos donos, Nino perde seu álbum de fotografias acidentalmente e Amelie faz um jogo insegura realmente se quer deixar Nino lhe conhecer…

Uma coisa curiosa nesse filme, é que ele relata tim-tim por tim-tim os prazeres e desgostos do personagem e através disso nós nos identificamos ou não com eles logo de cara, uma maneira simples que nos evidência que personalidade aquele personagem possui. Esse filme também evidência a importância dos mínimos prazeres (como passar o pé encima das pedras, ou sentir cheiro de bolo no forno, reparar nas formas das nuvens), coisas simples, gratuitas e prazerosas…

Enfim, é isso aí pessoal, foram pequenos resumos BEEEEM resumos dos filmes;

espero que tenham curtido aê,

Beijão e até a próxima ;*

Anúncios

2 Respostas to “Top 5 do Cinema”

  1. Heitor Augusto Mendes janeiro 15, 2012 às 1:18 am #

    Sou o primeiro a comentar \o/ vou ver cada post desse blog ♥

Trackbacks/Pingbacks

  1. Top 5 Bandas « Slug - fevereiro 8, 2012

    […] Destino de Amélie Poulain), você não viu? Mas que FEIO, muito feio, mas eu vou ser boazinha clique aqui para ver o post. Pois bem, eu estive sem criatividade pro blog – na verdade estava cheia de […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: